domingo, 14 de junho de 2015

A homenagem de diferentes artistas à pintora e ícone da arte Frida Kahlo

A homenagem de diferentes artistas à pintora Frida Kahlo

A artista mexicana Frida Kahlo tornou-se, ao longo dos anos, muito mais do que uma pintora renomada e respeitada. Por conta de diversas intervenções em sua imagem marcante, acabou sendo símbolo pop, estampando quadros, stencils, camisetas, bolsas e diversos produtos vendidos mundo afora, consolidando-a como personagem fashion e nunca fora de moda.
As sobrancelhas grossas, as flores que ornamentava na cabeça e nas roupas, a maneira como penteava os cabelos, os acessórios inseparáveis e até mesmo seu buço fizeram dela uma modelo grandiosa e bem peculiar. Frida tornou-se uma inspiração para jovens artistas e arteiros, que insistem em estampá-la em suas vestimentas ou em suas telas e cadernos.
Apresentamos abaixo 22 trabalhos de diferentes artistas ao redor do mundo, que retrataram essa mulher tão especial de uma maneira única, fiel ao que ela foi e ainda representa. Os inúmeros sofrimentos enfrentados em vida se tornam pequenos mediante sua grandeza e influência, desenhada nas mais diversas formas. Dá uma olhada:

Como usar o Lápis Grafite

Como usar o Lápis Grafite

Primeiramente, para se fazer um bom desenho, não podemos errar na escolha da imagem. Escolha uma que tenha uma boa resolução e que evidencie os pequenos detalhes. Geralmente nas propagandas de revistas existem fotos legais, tanto como na internet. Uma dica: Uma foto tem que ter um contraste marcante entre luz e sombra, para que o desenho fique mais valorizado.
O próximo passo e fazer  um esboço. O esboço, como você pode conferir na imagem abaixo é o contorno da imagem, os seus traços. Fazendo o esboço primeiro pode-se garantir uma proporcionalidade maior para o desenho, pois como os detalhes ainda não foram trabalhados, caso não esteja proporcional, você pode ir apagando e refazendo quantas vezes for preciso e não perderá muito trabalho com isso. Alguns desenhistas não fazem esboço, e em determinado momento percebem que o desenho não está proporcional, como por exemplo, um olho maior que o outro, boca muito pequena ou torta, enfim,  e terá que apagar algumas partes, perdendo algumas horas de trabalho, o que não é nada legal.
Fazendo um esboço proporcional, você fica livre na hora de fazer os detalhes, sombreamentos, pois seguirá os riscos já prontos. Obs: na hora de fazer o esboço, faça riscos leves, para que fique mais fácil de cobri-los na hora do sombreamento.
Caso você ainda não consiga fazer um esboço e queira partir direto para o sombreamento, que é o que vou ensinar aqui, vou deixar uma dica: Você pode, nesse caso, copiar uma foto colocando o papel por cima. Mas é claro que fazendo dessa forma você não vai aprender a criar seu próprio esboço proporcional, mas como ainda não fiz nenhum material ensinando como fazer um bom esboço, fique à vontade para escolher a forma de fazer. Mas existem algumas revistas que ensinam técnicas de como retirar um desenho de uma foto, por exemplo através do quadriculado, que consiste em dividir a foto/imagem a ser desenhada em vários quadros proporcionais e fazer a  mesma divisão  no papel onde vai desenhar, e depois, você passará o desenho para o papel observando  quadro por quadro, tendo assim, uma superfície menor para se preocupar, para cada quadrante.
Depois de feito o esboço, sugiro começar o sombreamento pelos olhos.
Dica: Mantenha os lápis sempre bem apontados, pois isso ajuda muito nos detalhes. Guarde num pequeno recipiente (frasco) o pó da grafite que solta quando se aponta o lápis, pois ele será útil no final do desenho.
Abaixo desenho da minha aluna Mariana Bendlin do Ensino Médio SENAI/Joinville: